Lembrança Eterna de uma Mente sem Brilho


Carteira do seqüestrado
31-março-2005, 2:51
Filed under: Politicalidades

Chegou no Brasil a carteira do João José de Vasconcellos Jr, engenheiro da Odebrecht seqüestrado no Iraque há muito tempo. O governo do Brasil, em posse do documento, e não querendo dizer, por motivos de segurança, como o conseguiram, disse: “Este fato mostra o resultado dos esforços que o governo brasileiro tem feito desde a notícia do seqüestro”.

Francamente, que resultado?? Tal documento fora mostrado na rede de televisão Al-Jazira poucos dias depois do seqüestro. Então é um grande progresso tal documento ter saído da redação da rede de tv e ido parar nas mãos do Celso Amorim? Não faz o menor sentido.

E respondam-me isso: por que caralhos os iraquianos gostaram tanto desse brasileiro? O que é que ele tanto representa em termos de barganha? E por que caralhos não existe nenhuma imagem, nenhuma informação, nenhum pedido com ele encapuzado implorando ao governo brasileiro pra fazerem sei lá o que? Por que é que esse seqüestradores são tão diferentes dos tantos outros no Iraque, que com vídeo fazem com que seus seqüestrados peçam o resgate, seja lá qual for?

Essa história é muito mal contada. Acredito sinceramente que esse engenheiro está morto há muito tempo. Diga logo que ele está morto e acabem com essa espera interminável. Nâo há nada que os iraquianos, em tese, podem exigir do governo brasileiro. Se estivessem atrás de dinheiro creio eu que já o teriam pedido. O porque da demora só me faz crer que ele está morto e os seqüestradores não sabem o que fazer pra conseguirem o que eles querem.

Talvez nem saibam o que pedir



Gesso off!
24-março-2005, 2:49
Filed under: Hospitalidades

Tirei o gesso do nariz, e agora estou “apenas” com um conjunto de esparadrapos no minha napa. A recuperação está extremamente tranquila e rápida, e finalmente descobri porque ainda não consigo respirar direito – tenho dois tubos ainda enfiados nos meus septos para previnirem a junção das paredes das minhas narinas. Isso óbiviamente para evitar que eu volta ter um septo fechado. Senti hoje, com um cotonete, os tubos. Muito legal.



Tampão
19-março-2005, 2:47
Filed under: Hospitalidades

Mal podia esperar pra tirar o tampão que tá enfiado no meu nariz. A operação foi ótima, tudo foi super tranquilo. Agora me vejo no espelho, todo roxo e com nariz enfaixado, e penso em tirar mó onda de briguento.

Tirar o tampão foi, digamos, uma experiência única. As cataratas de sangue que seguiram foram de dar nojo a qualquer um mas pra mim, que sou estranho, foi muito interessante. Fato curioso: o Dr. Krishnamurti (sim, isso mesmo) falou que mulheres reagem melhor à retirada do tampão – homens quase sempre desmaiam. Ele achou no mínimo curioso o fato deu ficar olhando pra poça de sangue no baldezinho e achar aquilo tudo maneiro. Hehehe.

O fato é que o alívio é, como diria um engenheiro do Hawaii, imediato. Nada mais de lacrimejar incessantemente, sentir uma neverending dor de cabeça e ficar sem poder treinar respirar pelas minhas novas narinas. Agora tenho que ficar, até further notice, regando minhas narinas com soro fisiológico gelado para ajudar na limpeza das mesmas durante o processo de cicatrização. Legal é ver que quando jorro o soro, parte dele vai pra minha garganta junto com sangue. Pode parecer ruim, mas para alguém que nunca teve essa ligação narina/garganta é muito legal.



Antes que eu me esqueça
16-março-2005, 2:34
Filed under: Hospitalidades

desviodesepto.jpg

Entro debaixo da faca na quinta. Operarei (com mais de 10 anos de atraso) meu nariz… descobri que não tenho realmente nenhuma abertura no septo esquerdo, e o direito é muito comprometido. Isso significa que meu nariz, literamente, é errado. Então meu otorrino terá que destruir meu nariz e refazê-lo de modo que minhas vias nasais fiquem perfeitas e eu finalmente possa saber o que é respirar pelo nariz e não acordar sempre com a garganta seca e dolorida.

Muito provavelmente meu nariz, por causa dessa remodelagem, ficará diferente… quero só ver se vou me acostumar. Bem, me acostumar eu vou, mas quero só ver se ficará muito estranho. Vou, por razões funcionais, ter um nariz novinho. O que para muitas mulheres seria uma desculpa perfeita para uma rinoplastia, pra mim será verdade.