Lembrança Eterna de uma Mente sem Brilho


O Grande Irmão
31-janeiro-2006, 5:03
Filed under: Abobrinhas

Nunca passei mais de cinco minutos vendo o Big Brother. Acho um programa extremamente chato, sem real proposta e, francamente, nunca tem ninguém realmente interessante nessa coisa. Pois bem, lendo o Kibe Loco vi a comparação das duas pessoas no paredão de hoje.

Um é um imbecil modelo que conseguiu a façanha de pegar duas mulheres na mesma noite e ainda chorar pela namorada deixada do lado de fora. O outro é um trabalhador que desde os quatorze luta para ganhar dinheiro e tem o sonho de encontrar o irmão que teve que ser dado para adoção porque sua família não tinha dinheiro para sustentá-lo após a morte prematura de sua mãe no parto do que seria seu quarto irmão. Óbviamente o primeiro foi escolhido por ser modelo, e o outro conseguiu naquele concurso lá. Não preciso perguntar pra ninguém se é esse o caso.

Fiz minha parte. Entrei no site do BBB e votei. Façam o mesmo AQUI.

(updeite)

O modelo imbecil foi eliminado com 67% dos votos. Li agora no Terra. Obrigado, Brasil.

Anúncios


The plot thickens
29-janeiro-2006, 6:59
Filed under: Politicalidades

Da Agência Efe:

Vários policiais que vigiaram o brasileiro Jean Charles de Menezes, morto em Londres por agentes que o confundiram com um terrorista, falsificaram provas para ocultar os erros que causaram a execução, publica hoje o jornal britânico News of the World.

O relatório, enviado há dez dias à Promotoria britânica, indica que um diário que detalha os últimos movimentos do brasileiro, um eletricista de 27 anos, foi alterado por agentes da Brigada Especial da Scotland Yard.

Segundo o documento, agentes à paisana que exerceram trabalhos de vigilância na operação mudaram a redação do diário para ocultar o fato de que identificaram erradamente o brasileiro como um dos terroristas dos ataques de 21 de julho.

Um dos membros da Brigada Especial informou que Jean Charles era o suposto terrorista Hussein Osman, um dos indivíduos diretamente envolvidos nos fracassados atentados, de modo que o diário registrou em princípio a frase “era Osman” para referir-se a essa circunstância.

Mas quando a Scotland Yard admitiu que tinha matado um homem inocente, essa frase foi substituída pelas palavras “e não era Osman”, dando a entender que o suspeito não tinha sido identificado.

O relatório da IPCC foi entregue no último dia 19 à Promotoria, que deve decidir se apresenta acusações contra os agentes envolvidos, à Polícia e ao Ministério do Interior, mas os parentes do eletricista não tiveram acesso ao documento.

Em sua versão inicial da morte do brasileiro, o comissário-chefe da Scotland Yard, Ian Blair, disse que o eletricista tinha desobedecido às ordens dos agentes, e sua atitude e roupas tinham levantado suspeitas.

No entanto, comprovou-se depois que o jovem tinha entrado no metrô como qualquer usuário e foi atacado à queima-roupa quando estava sentado em um vagão, por isso a família de Jean Charles acusou Blair de “mentir” e reivindicou sua demissão.



Eita ferro…
26-janeiro-2006, 7:52
Filed under: Politicalidades

O Hamas ganhou.

A mudança de poder no estado palestino será algo a ser observado com muita cautela – como se fosse diferente em outros tempos, mas vamos lá. Ahmed Qorei, atual premier da ANP, anunciou sua renúncia nesta quinta-feira para que o Hamas forme um novo governo. Hamas esse que é o grupo terrorista mais atuante em Israel.

O que realmente significa ter um estado palestino governado ‘democráticamente’ por um grupo notóriamente terrorista? Essa perguntar perdurará por um bom tempo até que se entenda o que é que realmente está por tras dessa nova proposta política do grupo. Israel já disse reconhecer o estado palestino e seus direitos, mas deixou claro que não cede sua parte de Jerusalém e acho realmente complicada a relação entre os estados tendo o Hamas de um lado.

Lidar com grupos extremistas que viram mais diplomáticos realmente é algo para ser visto naquelas bandas só. O próprio Fatah, do Arafat, tinha cedido muito desde os tempos que aquele imbecil assassino dominava as coisas daquele lado do muro. Arafat morreu e com ele muito do que ainda se mantinha da imagem de representante do povo excluído e marginalizado da Palestina. Pelo menos creio eu.

Só que a vitória do Hamas prova ser ainda algo que merece total atenção. Deixar aos fundamentalistas de plantão o poder te quebrar uma corrente de diplomacia, pois mais tênue que seja, criada a duras penas por anos é algo a se temer. O que esperar de um estado regido pelo Hamas é indecifrável.

Basta a nós, meros mortais, esperar por aqui, debaixo de sombra e água fresca, o desenrolar dos acontecimos nas santas terras áridas do lado de lá do mundo. É deveras interessante tudo isso. Imagina só um governo do Hamas cedendo à pressões mundiais e trazendo o mínimo de ordem para aquela área? Seria um passo importante para a consolidação da democracia no único lugar do mundo onde isso é impensável.

Veremos.



Bleo, bleo
24-janeiro-2006, 4:50
Filed under: Hospitalidades

Hoje foi um dia de tomar só bléumicina. Tem acento porque quero. Não sei se tem realmente. Mas é assim que se fala o nome do remédio, então o escrevo de acordo. Bom, foi rápido.

Hoje estou com azia e tonturas. Não sei se tem a ver com a quimio, mas estou me sentindo bem mal. A dor de cabeça tá chegando braba também. Notícia boa escutei da enfermeira, que disse que era um ótimo sinal eu não ter sentido nada na primeira semana, e que cada corpo reaje de maneira distinta para o tratamento. Uma amiga minha inglesa me disse que o segundo cíclo foi o pior pra ela, mas cada tratamento é diferente. Por não ter passado mal essa semana posso muito bem não passar mal nunca e pronto. Tomara.



Carnaval do câncer
24-janeiro-2006, 1:50
Filed under: Hospitalidades

 

Nessas horas não tenho como não odiar o jeitinho brasileiro dessa porra de país…

Meu último ciclo de quimioterapia, o terceiro, começa semana que vem. É, isso mesmo, na semana de carnaval. Tinha uma viagem com amigos planejada há tempos para Diamantina, mas tive que cancelar porque começando o ciclo na segunda-feira de carnaval não tinha como passar mais do que dois dias do carnaval lá. Então cancelei tudo.

Descubro então que uma banda que gosto pra cacete, o The Gathering, vem da Holanda pra cá no que será, com certeza total, a única aparição por terras tupiniquins. Forever. É sexta que vem o show. Po, pensei eu, irado… justamente quando acaba minha semana de quimio. Vai ser até um presente pra mim mesmo – vou pra lá pra Sampa me divertir num showzaço.

Eis que hoje, durante minha consulta médica, o médico vira pra mim e diz: “Bom, visto que não dá pra começar a semana de tratamento na segunda, vamos começar o ciclo na quinta…”

“Peralá jacaré”, indaguei eu, “como ASSIM??”

“Ué, as enfermeiras não avisaram? A clínica que faz os remédios não funcionará no começo da semana… só dá pra começar o ciclo na quinta. Nossa clínica só vai abrir para os casos de vacinas e hormônios, que estarão disponíveis. Mas você faz de quinta até segunda, sem problemas…”

“Mas ô CACETE! Desisto de Diamantina porque achava que iria passar menos de três dias lá… depois combino com amigos de ir pra Sampa pra ver um show que com certeza será ÚNICO e agora me dizes que meu ciclo cai nesse dia… mas que caralhos HOMÉRICOS!”

Odeio o Brasil e esse povo que mata trabalho pra tudo. Até pra produzir remédios contra CÂNCER.



Dia D
24-janeiro-2006, 2:48
Filed under: Diatribes

Desiludido
Desnutrido
Desmascarado
Desmentido

Desmontado
Desatado
Destemido
Desestabilizado

Deslavado
Desistido
Desgravado
Desinteressado

Desesperado nunca

Desde então
Desnudo



Polígamo inteligente, esse
23-janeiro-2006, 4:46
Filed under: Abobrinhas

 

“A doutrinação de padrões morais arbitrários e o terror da punição eterna reprimem o instinto natural que todos os homens têm, de buscar sua própria felicidade. Como o ser humano é amoral e anti-social, sem essa repressão, não haveria autoridade e a sociedade ruiria. Portanto, a civilização só pode existir através da coerção dos instintos do homem.”

Leiam esse post do Alex.