Lembrança Eterna de uma Mente sem Brilho


Ache-me em Montauk
12-junho-2006, 2:23
Filed under: Diatribes

Ache-me em Montauk.

Apesar de fácilmente significativo, essa frase muito pouco tem a declarar. Sim, o título deste blog faz uma alusão ao melhor filme romântico que já vi, e sim, muito do que é dito nele, tanto abertamente como nas entrelinhas, é simplesmente sensacional. Perfeito. Sublime.

Estar, neste dia, concluir conclusões concluidas por outras pessoas desse mundo blogosférico é normal. Estar com a cabeça de quem precisa amar é outra. Não tenho essa cabeça. Já decidi a muito tempo que quem amo sou eu. E só. O resto é resto.

Se o Fábio disse que ‘um homem amedrontado é incapaz de amar’ é porque ele não entende bem das coisas. Um homem não ama, muitas vezes, porque não quer. Amar é subjetivo, algo criado para nos fazer achar sentido em nossas breves e completamente inúteis vidinhas. Somos criados para achar aquele alguém, buscar um significado quase cósmico para um sentimento tão normal e, convenhamos, banal.

Gostar de alguém é muito natural. Querer seu toque também. Agora amar é algo imposto que nos faz criar imagens fictícias, projetar futuros distantes e muitas vezes irreais e não curtir a vida que apresenta, no presente, opções de felicidade muito maiores e amplas.

Meu câncer me ensinou a não ficar esperando nada de ninguém… e com certeza nada da vida. O presente é o que conta. Não dever nada a ninguém. Não ter o que dever. Ser você mesmo e ter os outros se adaptando à você. É isso que conta.

Essa data é uma clara demonstração da necessidade de todos em ter algo. Esse algo é o que prende muitos de nós em relacionamentos completamente destrutivos, mornos, chatos e depressivos. Ficar livre é ser livre, libertado e libertino, podendo alçar vôos solos sem correntes, sem pesos que o aterrem.

Voe livre. Voe sempre.

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

:~(
Carol | Homepage | 06.13.06 – 2:11 am | #

Não preciso falar nada né?!
Ingrid | Homepage | 06.13.06 – 4:57 am | #

ai quanto drama nessa blogosfera pelo dia dos namorados!
alex castro | Homepage | 06.14.06 – 8:37 am | #

Vou ter que discordar de você. Amar não é algo que se escolhe fazer ou não. Acontece naturalmente. Você pode dizer que não vai amar pq está escaldado ou desencantado. Mas quando o cupido te flechar ( sim, eu acredito em Cupido!) não haverá escapatória.
Já a questão “Dia dos Namorados” pra mim é uma grande bobagem. Tolos são aqueles que se deprimem por causa de uma data comercial.
Viva | 06.16.06 – 6:39 pm | #

Comentário por Bruno




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: