Lembrança Eterna de uma Mente sem Brilho


No sé van, hermanos
25-abril-2007, 6:59
Filed under: Música

E essa notícia que anuncia um ‘recesso’ do Los Hermanos? É o fim da melhor banda que já vi brotar desse solo em que nasci. O término de um ciclo que se criou, desde as fitas demo e os shows no Garage, do melhor exemplo de letrismo, harmonia e melodia que esse país já teve o prazer de escutar.

Sinto-me menor. É uma perda imensurável para quem ama tanto música quanto eu. Vejo nos futuros projetos do Camelo uma mistura de ‘Morena’ com ‘Fez-se mar’ e ‘Samba a dois’. Nos do Amarante uma mistura de ‘Retrato pra Iaiá’ com ‘Paquetá’ e ‘Cher Antoine’. Nada disso me alegra – nem um pouco.

Quero ver nos futuros projetos do Camelo uma mistura de ‘Casa pré-fabricada’ com ‘Horizonte distante’, ‘Dois barcos’ e pitadas de ‘Do lado de dentro’.

Quero ver nos futuros projetos do Amarante uma mistura de ‘Sentimental’ com ‘O velho e o moço’ e pitadas de ‘Pierrot’.

Sei que é um sonho distante, porém o manterei vivo para que possa, de alguma maneira, superar o trauma que será uma vida desprovida de novos álbums dos Hermanos.

Eles trouxeram pra mim, tão moleque, a esperança de ver nesse país uma revolução musical, capaz de trazer o melhor do que esse país nunca conseguiu me mostrar de perfeição musical. Não interessava se era ska, samba, rock progressivo ou propero-punk, como o Amarante gostava de classificar a música deles no começo, simplesmente queria ouvi-los. Sempre. De qualquer forma.

Dos cassetes mal-gravados à álbuns feitos no A&R, o LH se mostrou cada vez mais decidido a aprender, crescer, aprimorar sua música. No seu álbum de estréia, o ‘Los Hermanos’, ele trouxeram ao mercado uma nova sonoridade e uma proposta que conquistou muitos (com a grudenta ‘Anna Júlia’) e agregou tantos outros com seu som único.

Depois de ‘Pierrot’ e ‘Quem sabe’, músicas que sempre me fazem querer pular do primeiro álbum, veio o ‘Bloco do eu sozinho’ com músicas como ‘Casa pré-fabricada’ e ‘Sentimental’. O melhor álbum da história desse país que passou desapercebido, graças à briga com a Abril Music.

‘Ventura’ veio para consolidar o brilhantismo dos compositores Camelo e Amarante. ‘O velho e o moço’, ‘O último romance’, ‘Cara estranho’, ‘Do lado de dentro’… reluzentes num mar de sons pré-moldados para o mercado, eles vinham para acabar, sempre, com o marasmo do cenário musical nacional. Apresentando sempre melodias e harmonias diferentes, com letras que demonstravam uma percepção única de encaixe na melodia que falta aos compositores horríveis de hoje.

‘4’ demorou para ser engolido. ‘Dois barcos’ e ‘Horizonte Distante’ são as melhores músicas que já escutei em língua portuguesa. Sem a menor sombra de dúvida. Mas tinha também ‘Morena’ e ‘Fez-se mar’. Uma proposta bossanovista que não perdeu qualidade, e sim, pra mim, identidade dos hermanos. Amarante ficou devendo nesse álbum. Nada dele me agradou por completo. Diferente do ‘Ventura’, onde achei músicas inteligentes e excelentes, nesse nada me agradou.

A divisão ‘igualitária’ dos álbuns dos hermanos em músicas do Amarante e do Camelo me fez ver os caminhos distintos que cada um estava seguindo. Sabia que haveria uma ruptura. Mas não esperava o temido ‘recesso’. Queria ver os projetos paralelos, sim, mas não queria que esses fossem as novas propostas deles.

Como fã, ficarei aqui, botando em repeat, todos os álbuns que tenho do LH. Triste por saber que é o fim da banda brasileira que mais gostei, mas feliz por ter tido a oportunidade de escutar quatro álbuns, todos incríveis por motivos diferentes, e ter estado presente no começo, no meio, e no fim da história desse quarteto tão especial.

Adeus, meus hermanos.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: