Lembrança Eterna de uma Mente sem Brilho


Memezando meme memezada
15-fevereiro-2008, 4:15
Filed under: Abobrinhas

Segui o Cabra e o Barba e fiz minha meme. Pouco me importo se eles não me chamaram para fazê-la. Bobear não faria se me chamassem, só de sacanagem.

1) Me irritam, além de tudo, os braços do John McCain. Acho que por baixo daqueles ombros largos debaixo do terno de fino corte estão armações biônicas que seguram braços falsos. Do ombro ao cotovelo, em ambos os braços, ele simplesmente não tem movimento. É incrível. Ele lê constantemente de teleprompters, tem o carisma de um jabuti de 71 anos e sorri como alguém que acabou de ganhar no bingo – roubando.

Mas só de olhar para um lado e ver a cara pretenciosa e preconceituosa do Mitt Romney, com aquele olhar de superior, aquela atitude presunçosa e a total falta de capacidade de vencer um argumento e virar a cara pra ver o zarolho do Mike Huckabee, insano pastor de idéias lúdicras de criacionismo e protecionismo ao falido e batido ‘american way of life’, acoplado com uma das cabeças mais retrógradas e francamente malucas (apesar de ser às vezes hilário) que já tive o desprazer de ver, dá gosto ver o velhinho achando que dá pra vencer o negão de Chicago. Vai morrer antes de novembro. Ninguém com braços biônicos sobreviveu além dos 70 anos. Eu li em algum lugar. Ele já tá atrasado pra cova.

2) Acho que qualquer tentativa de se reclassificar a MPB é estúpida, desproposital e infundada. Existe uma necessidade de renovar nossa gama de artistas de voz-e-violão incrível, e vira e mexe aparece o novo líder de um novo movimento. Já foi o Lenine, já foi o Zeca Balero. Os da vez são Roberta Sá, Vanessa da Mata e o Diogo Nogueira. Reparem como cada um deve ter vendido, no auge, o mesmo que um Chico venderia se ele gravasse suas defecações por três meses em cd e vinil. Com encarte ilustrativo.

Mas é só eu ver que o Milton, o Gil, o Caetano, a Gal, a Betânia, o Chico, o Roberto ainda estão à frente de qualquer coisa lançada desde os anos 70 e são, claro, incontestáveis mesmo se gravarem três meses de diarréia em som surround 7.1, dá uma vontade incrível de comprar o novo álbum do primeiro puto que se apresentar no boteco mais próximo da minha casa e chamá-lo de gênio, brilhante, novo rei da MPB!

3) Detesto o carnaval com seus blocos. Detesto a sujeira, a baderna, o incrível e desnecessário descaso com o bem-estar social e a decência, por mais antiquado que isso seja. Pessoas atrás de um carro ou uma bandinha que toca A MESMA MÚSICA POR CINCO HORAS, mijando na rua, em carros, árvores, latas de lixo, pessoas alheias, se embebedando como se não houvesse amanhã, vomitando pelos cantos, se estapeando por razão alguma.

Mas é só lembrar do que acontece em Salvador que dou graças aos bons deuses (todos eles) que minha cidade tem esses fantásticos e alegres blocos, tocando músicas interessantíssimas e trazendo consigo pessoas bem bacanas, solidárias e pacíficas.

4)  Não gosto da falta de privacidade e tempo a só que tenho ao possuir um celular. É um constante localizador que não te desgruda, porque ele tá lá para que contatos profissionais (ou seja, dinheiro) também te encontrem. Gosto ainda menos da vontade que dá quando não quero atender a porra do aparelho mas ele fica lá, tocando, me chamando, me pedindo para apertar o botão verdinho e falar com aquela pessoa com quem não tenho a menor vontade de trocar verbetes. Sei que ele ri por dentro quando me irrita. Vejo isso em seus olhos.

Mas é só acabar a bateria do bicho que dá uma crise de abstinência terrível, a ponto de ter ido procurar carregador em cinco lojas antes de desistir e chorar um pouquinho na calçada, banhado em meu suor, olhando para o pobre bichinho cinza que não brilhava mais.

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

Eu me achava extremamente viciada em celular, até o fatídico dia que meu celular caiu na privada.
Além de passar 1 semana sem ligá-lo, na esperança de que isso iria causar menor dano, quando resolvi ligar, o visor funcionava quando queria. Ou seja, nada de mensagens ou de ver meus contatos pela agenda.
Meio que desisti e passei muito bem sem celular.

Até ganhar outro de aniversário!

Comentário por Raquel




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: