Lembrança Eterna de uma Mente sem Brilho


Segredos e esqueletos
11-maio-2008, 11:51
Filed under: Perfil

Bruno Medina, na sexta, postou sobre segredos contatos no o site Post Secret, sobre o qual ele escreveu: “Fico aqui pensando em como seriam as relações humanas caso o conceito de conduta social ou moralidade fossem facultativos. Trocando em miúdos, o que viria à tona se nossas ações estivessem dissociadas das conseqüências pré-estabelecidas? Talvez cheguemos a conclusão de que, ao olhar para o próximo, o que enxergamos é apenas um esboço, uma versão construída ou censurada do que se têm por dentro.”

Pra mim isso mostra a fragilidade do pensamento humano. No quanto nos apegamos à coisas estúpidas e o quando somos suscetíveis a pré-conceitos e paradigmas sociais. Não que eu me isente de tais pensamentos, mas tenho noção que devo procurar expurgar todo e qualquer conceito não-inerente à minha personalidade – jogar fora tudo aquilo que só me é familiar porque a sociedade assim impõe no meu dia-a-dia.

Esse site demonstra uma clara fotografia do que é escondido por trás das imagens e dos atos mundanos que nos forçamos a ter. De vontade de matar o chefe a estupro, todos têm a necessidade de esconder seus demônios para poder se defrontar com a sociedade sem tanto medo. Sou um pouco contra esse esquema americano de liberdade irrestrita de expressão. Crimes hediondos não podem ser relativizados dessa forma. Alguém escrever ‘esquartejei minha filha’ e ninguém fazer nada é estúpido e completamente insultante pra mim.

Procuro não ter esqueletos no meu armário, mas isso nem sempre é possível. O que a educação e a vivência me mostraram é que torna-se cada vez mais fácil, pra mim, poder reagir com muito mais parcimônia e pensamento crítico do que, digamos, uma semana atrás. Consigo saber qual é meu momento de fraqueza e assim posso, do meu jeito, mudar e reagir de acordo com o que sei que é o melhor caminho a seguir. Tenho me policiado e consigo de fato melhorar minha vida assim.

Além do que, faço questão de deixar minha vida como um livro aberto – qualquer um que quiser ler, está com carte blanche para descobrir o que quiser. Estar disposto a se mostrar e se abrir, pra mim, é um caminho para que não se guarde segredos, mentirinhas. Poder estufar o peito e dar a cara a tapa sem medo é saber suas limitações e virtudes, propagando para os outros, confiante em si mesmo, que não há nada que você possa temer. Que não há nada a esconder.

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

A vida para mim é um despertar eterno. Quanto mais o tempo passa mais a minha visão vai ganhando foco e vou enxergando que muitas coisas que um dia me disseram ser minhas não têm a mínima relação comigo. Quanto mais simplifico minha vida me livrando do que não me pertence, mais ela fica do meu agrado.

Comentário por Katia




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: