Lembrança Eterna de uma Mente sem Brilho


Vocês
26-outubro-2008, 2:04
Filed under: Música, Perfil

Sou muito grato. Pela amizade de vocês. Pelo talento de vocês.

Por vocês representarem uma parcela importante e linda da minha vida. Por vocês serem uma luz que brilha no escuro sempre que não enxergo nada. Vê-los no palco é um deleite sem igual.

Sábado foi um dia especial. Nunca antes me emocionara tanto com algo que tive a oportunidade de participar. Suor recompensado. Esforço recompensado. Dúvidas saciadas. Certezas conquistadas.

Vocês são foda.

20 mil gritando, clamando por vocês. 20 mil desesperadas, chorando, esperniando, cantando junto.

E quero mandar um abraço especial a você, meu sócio. Te amo, cara. Você faz de mim alguém mais completo e feliz.



A volta da internet
22-outubro-2008, 7:13
Filed under: Abobrinhas

E após uma longa pausa a internet está de volta em meu lar. Acontece que usava sempre a internet de outrem, nesse caso tinha um hub dedicado à minha pessoa em outro endereço que não o meu. Isso significava que 1) tinha de depender de estar em outro lugar que não o meu para ter internet e 2) não tinha mais paciência de não estar no meu lugar para ter internet.

Então, hoje, sou o mais novo membro do clube dos planos de internet via operadoras de celular. Ainda não testei à fundo esse sistema, mas a idéia me parece minimamente interessante. Acesso irrestrito onde tiver banda da minha operadora. Supimpa.

Ia me inscrever na TIM, mas devido à quantidade inacreditável de burrocracias, acabei ficando mesmo com a Claro, minha atual operadora. O modem é até um tanto legalzinho, tem clip pra grudar na aba do laptop… em geral, não me parece ruim esse esquema todo. Só uma coisa me deixou irritado.

Tenho 1gb de banda por mês. Um mísero giga. Não que eu faça downloads mil por aí, mas, oras, um giga não me parece ser porra nenhuma. Tudo bem que não tenho de pagar pelo que ultrapassar, mas já disseram que minha banda ‘poderá sofrer uma redução de velocidade’ caso eu ultrapasse muito o limite. Brasil continua sendo um país que precisa aprender como tratar seus clientes, ao invés de tratá-los como se estivessem agradecendo aos céus a oportunidade grandiosa de poder desfrutar do deleite dos serviços de telefonia da lindíssima operadora do Carlos Slim.

Ainda sim, estou de volta, meu povo. Perdi a homossexualidade do Kassab, o post incrível do Rafa para o qual eu ia fazer uma réplica mas nem sei se ainda há tempo (se houver, tem post pro final da semana pronto) ainda de mostrá-lo. Por bem ou por mal, cá estou eu de volta.

Inté.



Parada Gay do Rio 2008
14-outubro-2008, 1:59
Filed under: Copacabanalidades, Perfil, Politicalidades

Um domingo ensolarado deu graças ao movimento mais legal dos últimos tempos na Praia de Copacabana. A Parada Gay do Rio deste ano teve uma conotação bastante política: a aprovação do projeto de lei PLC122/06, que tramita no Senado, que criminaliza a homofobia. Com direito a discursão inflamados, a Parada teve um começo muito mais interessante que poderia imaginar.

O que eu queria, ao chegar lá na Av. Atlântica, era ganhar uma camisa do programa de apoio à promulgação da lei. Uma camisa branca com um cursor de computador arco-íris. Bonito, simples e to the point.

Vi discursos de alto teor de emoção. Fiquei olhando, admirando a raça e a luta daqueles que são tão descriminados. A conversa da liberdade de expressão ser usada pra agredir e menosprezar aqueles de opção sexual diferente da sua. Um absurdo.

Descobri também novas siglas. LGBT, sendo os óbvios Lésbicas, Gays e Bissexuais e o ‘tê’ de travestis, transsexuais e trissexuais. Trissexuais?? 

Muita gente bem-vestida, de garis sensuais à uma gueixa e mulher-gato. Tudo num espírito de paz que pouco vi nos últimos tempos. Uma horda de gente se divertindo horrores, dançando ao bom som (estupidamente alto) de música eletrônica.

Meu cachorro tava nervoso com tanto barulho. Minha mãe, completamente louca atrás da drag mais bonita e bem produzida pra tirar trocentas fotos. Ficamos no ‘Sobre as Ondas’, bar ao lado da Help! (onde se encontrava um grupo animadíssimo de lésbicas de amando, incentivadas pelo alto contingente masculino ao seu redor), almoçamos alegremente entre as indas e vindas de pessoas incríveis, e foi realmente um domingo de muita alegria.

Ao ver o Sérgio Cabral no trio declamando seu apoio, e se mostrando publicamente como o único governador que apóia com franqueza e clareza a causa LGBT. O Rio tem liberado leis de extrema importância:

 

  • Lei Municipal Nº 2475/1996 – Determina sanções às Práticas Discriminatórias em razão da orientação sexual em estabelecimentos comerciais e órgãos públicos no município do Rio de Janeiro.
  • Lei Estadual Nº 3406/2000 – Determina sanções às Práticas Discriminatórias em razão da orientação sexual em estabelecimentos comerciais e órgãos públicos no estado do Rio de Janeiro.
  • Lei Municipal Nº 3.786/2002 – Estende o direito de pensão a companheiros/as de servidores/as públicos/as homossexuais do município do Rio de Janeiro.
  • Lei Estadual Nº 215/2007 – Estende o direito de pensão a companheiros/as de servidores/as públicos/as homossexuais do estado do Rio de Janeiro

 

E chegamos ao Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/2006. Aprovado no Congresso Nacional, o PLC alterará a Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, caracterizando crime a discriminação ou preconceito de gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero. Isto quer dizer que todo cidadão ou cidadã que sofrer discriminação por causa de sua orientação sexual e identidade de gênero poderá prestar queixa formal na delegacia. Esta queixa levará à abertura de processo judicial. Caso seja provada a veracidade da acusação, o réu estará sujeito às penas definidas em lei.

Diversas vezes o nome do Crivella foi sugerido, nunca explicitado, nas comemorações pelas vitórias nas urnas nessas eleições para prefeito. Temos na disputa dois candidatos que explicitamente apoiam causas LGBT, em principal o Gabeira, ferrenho defensor e exemplo de cabeça-no-lugar para muitos, eu inclusive. É um vitória importante, que deixa claro o governo secular que devemos ter, sempre afastando qualquer dúvida sobre o papel da religião na política.

Desafiaram o senador evangélico na aprovação da Lei. Veremos no que isso vai dar. Será que Crivella deixará seus preconceitos dogmáticos da igreja da qual é Bispo ou entenderá os anseios do povo (pesquisa recente demonstrou, de acordo com os palestrantes, que 70% da população apóia a Lei e a união entre pessoas do mesmo sexo) e votará a favor da promulgação do Projeto.

A Parada Gay é sinônimo de diversão, de divulgação do pluralismo sexual que temos nesse mundinho tão fantástico em que vivemos. Uma paz e tranqüilidade que caracterizaram um maravilhoso domingo de sol, praia e muita, muita festa. De madrugada ainda se via pessoas voltando, alegres e contentes, de uma manifestação de carinho, amor e aceitação.

ACESSEM WWW.NAOHOMOFOBIA.COM.BR E DÊEM SEU APOIO!



O que não sei
10-outubro-2008, 1:28
Filed under: Diatribes, Perfil

 

Ainda acho o que não sei. Penso no que talvez não compreenda. Imagino o que não se transforma. Ficou fácil imaginar certas coisas talvez pela minha atual posição. Pela minha extrema carência e minha vulnerabilidade estafante.

Nunca fui de ter problemas em ler os movimentos alheios. Em reconhecer traços, jeitos, maneiras que me pusessem mais tranqüilo e, de certa forma, seguro com relação aos meus próprios movimentos replicantes. A terceira lei de Newton parece não funcionar.

Sempre me apeguei ao fato de ser mais ou menos inerente ao meu ser ser alguém mais pragmático e objetivo. De ser transparente e coeso. Não sou do tipo que demonstra algo que não condiz com o que sinto ‘de verdade’. Não sou do tipo de florear situações e deixá-las assim, sem fechamento.

Talvez seja por isso que não ando entendendo essas coisas que estão de passando. O momento que ando vivendo. O que ando enxergando, imaginando, agindo em cima e, no final, me decepcionando com o resultado. Uma palavra de carinho aqui, uma oferta de apoio e companhia acolá e… silêncio… distância…

Pode ser o excesso de pragmatismo que tenho dentro de mim, mas também páro pra pensar justamente na singeloa e cada vez reconfortante – pra mim, claro – sensação de quem não sou eu quem está imaginando demais. É o outro lado que diz demais e faz de menos. Não jogo jogos. Nunca fui assim e acho muito difícil eu vir a ser algo do tipo no futuro. De brincar com as palavras, com os movimentos. De testar e testar até não poder mais. Se quero,  faço.

Já me cansou essa brincadeira toda. Essa falta de direção. Ando perdidamente desnorteado. Lindo pleonasmo esse. Fico a pensar demais. Deveria é simplesmente deixar passar. 

Mas não sei ser diferente. Deuses sabem o quanto tento. Não sei relativizar. Passar borrachas imaginárias por cima de coisas e partir adiante, sem sequer olhar pra trás. Não sei ser assim.

Não sei.



Esse mercado
8-outubro-2008, 1:01
Filed under: Diatribes

Olha, eu tenho dinheiro na bolsa. Já tive mais, perdi bastante, ganhei menos, e ainda tenho coisas presas lá. Estou numa encruzilhada imensa. Não posso mexer no que tenho agora. Não posso nem ver o que tá lá dentro até o ano que vem, quando tudo (espera-se) se estabilizar.

Peguei o bonde no pior ano possível. 2007 foi eufórico, lindo, maravilhoso. Entrei no final do ano passado e só tomei cano. Só me fudi. Ganhei um pouco, mas no geral me acabei nessa porra.

Realmente é preciso muita paciência e tranqüilidade nessas horas. Porque dá vontade de jogar tudo pro alto, esquecer um pouco as coisas e parar com essa vida de apostas. Minha vida tá seguindo um caminho parecido – ando me cansando de tantas apostas, de tantas esperanças jogadas em movimentos de tanto risco.

Chega um momento que dá uma vontade incrível de sentar o rabo num lugar seguro e seguir a vida com mais calma e menos tormenta. Tem uma frase do Manfredini que anda rondando minha cabeça há dias. Não consigo tirá-la da cabeça.

Quem me dera, ao menos uma vez, ter de volta todo o ouro que eu entreguei.



Eleições
4-outubro-2008, 11:30
Filed under: Politicalidades

Não ia dizer nada até agora sobre as eleições. Não ia sei lá porque. Andei descobrindo que o Google tava retirando perfis do orkut e alguns blogs com tendências andaram sendo apagados por causa de propaganda política ‘excessiva’. Não sei o que é excessivo nesses casos, mas a nossa liberdade de expressão é uma diliça tropical…

Pois bem. Eu ia votar na Jandira. Ela sempre acaba com qualquer competição nos debates. E não lembro nem de ter tido debate esse ano. Um absurdo incrível. 

Vou é votar no Gabeira. Ainda mais agora que a Datafolha deu 20% pra ele e 19% pro Crivella. Seria um segundo turno sensacional, visto que o Paes está ‘só’ com 33%. Um segundo turno onde posso vislumbrar ter um candidato pela primeira vez em que acredito. Continuar com o Paes é manter o César Maia, a caminho de voltar ao púlpito em 2012. Uma tragédia anunciada que não pode acontecer nessa cidade. Já deu há tempos.

Aguardo com ansiedade inesperada o resultado de amanhã. Há tempos não me interessava tanto com a possibilidade de ver um candidato meu tomar o trono na minha cidade e estado. Jandira era a minha idéia inicial e ainda acho ela sensacional, mas essa bandeira que ela carrega, e seu passado de declarações ultra-feministas e modernosas contam muito contra ela. Pro Senado, minha predileta! Güenta só mais um pouco!



Blogroll
2-outubro-2008, 11:19
Filed under: Blogroll

Aumentou o blogroll do Lembrança Eterna.

Glutamato Monossódico é uma incógnita pra mim. Não sei daonde tirei esse blog. Não lembro (sorry se você acessa o site direto, posta comentários e eu simplesmente sou um merda e não lembro) da Fernanda P., autora do aforementioned. O mais bizarro é que acessei o blog pela primeira vez porque estava vasculhando meus sms mandados e vi que tinha um meu pra mim mesmo. Acessando-o, tinha o endereço do blog. Não lembro quando nem onde mandei a mensagem pra mim mesmo, mas tem um tempo. Coisa estranha, né. Só sei que acho a Fernanda um barato, mesmo pseudo-conhecendo ela.

Bichinhos de Jardim é um que acompanho há séculos, e ainda não tinha inserido aqui. Clara é uma fofa de carteirinha, e suas tirinhas são sensacionais. A conheci (finalmente) no BlogCamp e posso dizer que sua imagem condiz perfeitamente com as suas tirinhas. É um blog lindo para uma desenhista linda demais.

Malvados não está no meu blogroll também sabe-se porque cargas d’água. Acho que não tinha colocado tirinhas como blogs, o que são – de certa forma. Bom, Dahmer é um cara brilhante. Gênio. Seu humor bate com o meu. Fala o que deve, quando deve, da maneira que deve. É o cara.

Todos os fogos o fogo é um novo, diretamente do grande mestre Idelba. Para quem, como eu, é louco desvairado pra conhecer cada vez mais de política internacional, não há lugar melhor. Pra mim é hoje o melhor lugar para se entender toda essa bagunça em torno do mundo. Que 2008 acabe logo. Vixi…

Escudinhos é a idéia maluca do VP (que, aliás, mudou de endereço e tá todo prosa) pra contar histórias de futebol através dos botõeszinhos tão queridos de nossa infância. Meu primo chegou a ser campeão dessa joça em Niterói. Como o VP mora na Ilha, esse fascínio com futebol de botão deve ser coisa do interior mesmo.

Navalha Infame é um daqueles blogs que você acha através desses condomínios. O verbeat me levou à ele e cada vez que entro gosto mais. Coisa parecida aconteceu no Bunker.

Emails de Nova York é um retrato muito interessante, cativante, emocionante e muitas vez hilário do que é largar tudo para se aventurar numa cidade estranha, com gente esquisita. Nem ninguém a não ser seu par. Deve ser uma sensação maravilhosa e amedrontadora ao mesmo tempo. Que inveja.