Lembrança Eterna de uma Mente sem Brilho


Cora, Cora (4)
19-janeiro-2009, 5:08
Filed under: Diatribes

Chegamos à parte que a Cora fala sobre o HolocaustoAí fudeu tudo pra mim. Realmente me emputeci. 

Cora deu uma de Golda Meir, como o Rafa falou no post dele que tanto falo. Mandou dizer que depois da atrocidade incrível e inimaginável dos nazistas Israel tem o direito de fazer o que bem quer. Que só porque seus ancestrais sofreram tanto, quem hoje lidera um estado que não é o dela tem total autonomia para bombardear quem quiser e matar quem for para atingir seus objetivos.

A criação do estado como pedido de desculpas do mundo pôs em cheque a estabilidade daquelas terras simplesmente porque veio dizer para milhões de pessoas ‘pô, aê leske, perdeu preiba’. Ficaram muitos a ver navios, e sob a necessidade do mundo de pedir desculpa pelos erros de uns alemães. Não fez sentido. Eu entendo o pedido de desculpa, como tantos outros foram forçados a entender, mas não faz sentido.

O que mais me deixa chateado nisso tudo é, de uma perspectiva totalmente romântica, Israel está fazendo tudo contra a razão pela qual ele foi criado. A atitude de atacar, matar, prender, afujentar, machucar, pressionar é justamente o que eles nunca deveriam ter feito. É o oposto ao que se espera de um estado que, míseros setenta anos atrás ganhou de lambuja terras ‘sagradas’ para começar seu joguinho de ‘War’.

Aparentemente tem muito reservista que se resusa a lutar agora. Que são tantos que Israel nem mais os prende, com medo de isso gerar uma notícia que possa prejudicar o movimento do estado de atacar os palestinos. É algo realmente fantástico e agradável ver que as novas gerações entendem seu papel e vão tentar mudar um pouco essa história. Tomara que ainda haja tempo hábil para que seja possível alguma mudança realmente significativa na maneira de se pensar naquelas bandas.

Enquanto isso, fico eu aqui, olhando de longe, sentindo muito por tudo que anda acontecendo, querendo que tudos terminem bem o confronto, pois não há errados na briga, e sim na maneira como estão brigando. Os dois querem seus respectivos ideais cumpridos. O que é lindo. Problema é que tais ideais fogem demais um do outro.

Can’t we all just get along?


Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: