Lembrança Eterna de uma Mente sem Brilho


O pai e seu filho
25-abril-2009, 9:51
Filed under: Diatribes

Foi ao menos intrigante a história do pai que se julgou apto a decidir a felicidade e conseqüente perda da vida do seu pequeno filho. Aos 5 anos já sabia, sem a menor sombra de dúvida, que a vida do pimpolho seria uma de imensa tristeza e duras penas.

Aos 5 soube que seu filho jamais seria feliz. Que o tempo que gastava longe dele era um penar sem igual. Que o fato de sua mãe ter ficado com a guarda dele era o pior dos mundos. Que jamais conseguiria viver com a dor de estar longe do pai e só vê-lo de vez em quando.

O que me intriga é até que ponto um pai, que pela carta amava o filho, consegue pegar uma arma e disparar contra seu primogênito. Sua criança, olhando em seus olhos, com certeza com rosto de algum espanto.

Imagino até que ele estivesse em prantos. Olhando para seu filho, possivelmente em prantos também, ou ao menos com uma cara de imenso terror e medo, puxou o gatilho. Será que ele esperou o filho dormir e foi ainda mais covarde ao assassiná-lo enquanto sonhava?

Anúncios

2 Comentários so far
Deixe um comentário

Não acredito que o cara fez o que fez pensando na felicidade do filho. Acho que foi um ato egoísta puro e simples.

Comentário por Durval

Uma coisa assim….sei não… ninguém consegue explicar.

Comentário por Mônica




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: