Lembrança Eterna de uma Mente sem Brilho


Festival do Rio 2009
17-setembro-2009, 2:56
Filed under: Cinemalidades, Perfil

Pronto. Vai começar minha falta de vida de novo. Como se já não tivesse pouco tempo ultimamente, com tantos projetos e tanta correria antes de viajar.

Vem aí o Festival do Rio 2009. Ainda bem que serão duas semanas. Mas garanto que, de novo, vou ver ao menos 15 filmes. Meu recorde foi 31, em 2006. Devia tentar batê-lo de novo, mas acho difícil. Tem poucos filmes, esse ano, que me encantam de verdade.

Em 2006 o que deu certo foi que acabava vendo filmes no meio do caminho de dois que queria muito ver. Tinha um às 14h e outro às 20h, por exemplo. Acabava sobrando aquele filme checo horroroso, com produção islandesa e atores estonianos, às 17h.

Nesse festival, vou fazer questão de correr atrás dos que vão aparecer nos cinemas em geral. Estarei fora do Brasil a partir do final de outubro, e preciso pegar os filmes que pra cá virão. Na cidade da universidade em Ohio há UM mísero cinema. E não sou de baixar filmes (posso simplesmente mudar de opinião, mas duvido muito que isso venha a acontecer).

Acabei de lembrar que preciso terminar as aventuras do Viking na América.

Mas então, quero ver esses filmes aqui:

– Bellini e o demônio, de Marcelo Galvão (não sei por quê… acho que gosto do toxicômano do Fábio)

– Insolação, de Daniela Thomas e Felipe Hirsch

– Sonhos roubados, de Sandra Werneck (ouvi falar bem)

– Viajo porque preciso, volto porque te amo, de Karim Ainouz e Marcelo Gomes
– It Might Get Loud (It Might Get Loud / It Might Get Loud), de Davis Guggenheim (Estados Unidos)
– Singularidades de uma rapariga loura (Singularidades de uma rapariga loura), de Manoel de Oliveira (Portugal)
– Barba Azul (Barbe Bleue / Bluebeard), de Catherine Breillat (França)
– A Doutrina de Choque (The Shock Doctrine / The Shock Doctrine), de Michael Winterbottom, Mat Whitecross (Reino Unido)

– Maradona (Maradona by Kusturica / Maradona by Kusturica), de Emir Kusturica (Espanha)
– Bastardos Inglórios (Inglourious Basterds / Inglourious Basterds), de Quentin Tarantino (Estados Unidos) (YEEEEAH!)
– Abraços partidos (Los Abrazos Rotos / Broken Embraces), de Pedro Almodóvar (Espanha)
– Distante Nós Vamos (Away We Go / Away We Go), de Sam Mendes (Estados Unidos)
– Coco antes de Chanel (Coco avant Chanel / Coco Before Chanel), de Anne Fontaine (França)
– (500) Dias com ela ((500) Days of Summer / (500) Days of Summer), de Marc Webb (Estados Unidos)
– Aconteceu em Woodstock (Taking Woodstock / Taking Woodstock), de Ang Lee (Estados Unidos)
– Brilho de Uma Paixão (Bright Star / Bright Star), de Jane Campion (Reino Unido)
– O Desinformante! (The informant! / The informant!), de Steven Soderbergh (Estados Unidos)
– Nova York, Eu Te Amo (New York, I Love You / New York, I Love You), de Mira Nair, Fatih Akin, Yvan Attal, Allen Hughes, Shekhar Kapur, Shunji Iwai, Joshua Marston, Natalie Portman, Brett Ratner, Wen Jiang, Randall Balsmeyer (França)
– Julie & Julia (Julie & Julia / Julie & Julia), de Nora Ephron (Estados Unidos)
– Che 2 – A Guerrilha (Che: Part Two / Che: Part Two), de Steven Soderbergh (Espanha)

– A Batalha dos 3 reinos, de John Woo

– Aguas turvas (De Usynlige / Troubled Water), de Erik Poppe (Noruega)

– O dia da transa (Humpday / Humpday), de Lynn Shelton (Estados Unidos)
– Coco (Coco / Coco), de Gad Elmaleh (França)

– Eu sei que você sabe (I Know You Know / I Know You Know), de Justin Kerrigan (Reino Unido)
– O lar das borboletas escuras (Tummien Perhosten Koti), de Dome Karukoski (Finlândia)

– A próxima estação (La próxima estación / La próxima estación), de Fernando E. Solanas (Argentina)
– O segredo dos seus olhos (El secreto de sus ojos / The Secret in Their Eyes), de Juan José Campanella (Argentina
– Arranca-me a Vida (Arráncame la vida / Tear This Heart Out), de Roberto Sneider (México)
– Boogie (Boogie, el aceitoso / Boogie), de Gustavo Cova (Argentina) (animação)

– An Englishman in New York (An Englishman in New York), de Richard Laxton (Reino Unido)

– Os Tempos de Harvey Milk (The Times of Harvey Milk / The Times of Harvey Milk), de Rob Epstein (Estados Unidos)
– Fúria (Outrage / Outrage), de Kirby Dick (Estados Unidos)

– Human Zoo (Human Zoo / Human Zoo), de Rie Rasmussen (França)
– Vogue – a edição de setembro (The September Issue), de R.J. Cutler (Estados Unidos)
– Big River Man (Big River Man / Big River Man), de John Maringouin (Estados Unidos)
– Black Dynamite (Black Dynamite / Black Dynamite), de Scott Sanders (Estados Unidos)
– Tyson (Tyson / Tyson), de James Toback (Estados Unidos) (LOUCO PRA VER ESSE)
– Em Busca do Paraíso (Heaven wants out / Heaven wants out), de Robert Feinberg (Estados Unidos)
– American Boy: o retrato de Steven Prince (American Boy: A Profile of Steven Prince), de Martin Scorsese (Estados Unidos)
– American Prince (American Prince / American Prince), de Tommy Pallotta (Estados Unidos)
– When you’re strange (When you’re strange / When you’re strange), de Tom DiCillo (Estados Unidos)

– Os sonhos sobrevivem ao poder? (Le Pouvoir détruit-il le rêve? / Behind the Rainbow), de Jihan El-Tahri (Egito)

– American Casino (American Casino / American Casino), de Leslie Cockburn (Estados Unidos da América)
– Teatro de guerra (Theater of War / Theater of War), de John Walter (Estados Unidos)

– Playground (Playground / Playground), de Libby Spears (Estados Unidos)

—–

Será que consigo ver – cacetas, é muito filme! 46!! – ao menos metade desses?

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: