Lembrança Eterna de uma Mente sem Brilho


My Iron Lungs
28-março-2009, 1:55
Filed under: Hospitalidades

Passei um tempo no hospital com suspeita de pneumonia. Não conseguia respirar direito (algo completamente comum para um asmático-bronquitico) fazia um tempinho, e apesar dos Berotecs e Seretides que pra sempre me acompanharão pela vida, não consegui melhorar. Ao final da semana me senti fadigado como nunca antes. A ponto de, ao chegar no hospital, não consegui forças para manobrar o carro para o local certo do estacionamento. Deixei o carro onde estava e pedi pro manobrista se virar.

Engraçado foi ver o raio-x depois de tanto tempo de espera. Já não tinha muitas energias sobrando, mas o fato de, quando tossir, sentir gosto de sangue me deixaram com uma pequena pulga atrás da orelha. Afinal, depois do retroperitônio o câncer testicular se manifesta nos pulmões e cérebro. Alguém com histórico de asma e bronquite pouco perceberia problemas ocasionados por nódulos pulmonares antes de, quem sabe, já terem ido ao cérebro. Tinham me dito isso antes, lá em tempos idos.

Pois lá estava eu, cansado, torto, tossindo feito um velho com enfizema. Olhei para o lado e vi o otorrino de plantão olhando para o raio-x na tela do computador. Pulmão direito ok. Alguns bronquios super-dilatados, o que deveria ser resultado da nebulização que acabara de fazer. Pulmão esquerdo tinha uma grande massa.

Máqueporradocaralhobucetamadre, pensei. Passaram algumas coisinhas pela cabeça, sabe?, coisas que há tempos dormiram. Voltaram sensações complicadas.

Mas era meu coração. Ainda bem que a massa estava ali. Eu e minhas idéias de saber tudo sobre qualquer coisa.



O mistério (resolvido mesmo?)
18-janeiro-2008, 7:50
Filed under: Esportividades, Hospitalidades

Olha, não quero ser advogado do diabo agora, mas essa história que rolou nos exterior sobre o Nenê ter um tumor benigno é algo que muito me encucou. Não que eu não queira que essa joça seja de fato benigna. Pelo contrário, claro. No começo fiquei extremamente feliz com a notícia.

Um tumor benigno é algo rarissimo em casos de tumor testicular. Rarissimo de verdade. A ponto de ser praticamente não registrado. Então ponto para o Nenê, que foi uma das exceções às exceções. Nenê foi pra casa como eu fui – um dia depois da cirurgia.

Mas aí parei pra pensar (acontece às vezes) um segundo. Nenê fez um exame rotineiro de sangue que constatou níveis elevados de alfafetoproteína e betaHCG (quanto tempo que vocês não se deparam com esses hormônios aqui, hein?) – e por isso correram atrás da causa e acharam o troço no testículo dele. Se era benigno, não deveria causar esses excessos de hormônios. Se, de fato, esse tumor dele for benigno, só resta uma conclusão.

Nenê tem câncer sim.

(updeite)

E não é que confirmaram que era mesmo maligno o tumor dele? Quem diria, né… fico revoltado com esse tipo de assessoria de imprensa. Não havia a menor razão em passar uma informação falsa dessa. Ridículo. Boa sorte, Nenê.



O mistério (agora resolvido)
14-janeiro-2008, 1:13
Filed under: Esportividades, Hospitalidades

Nenê, pivô titular dos Denver Nuggets, time de basquete dos Estados Unidos, simplesmente desapareceu e foi afastado do time devido à uma doença estranha, não divulgada. Sua mãe declarou que ele vai entrar na faca. Foram pedidas preces e apoio ao jogador nesse difícil momento da vida dele. Tem comunidade no Orkut sendo criada em apoio ao rapaz.

O que pode estar acontecendo com o jogador? Porque esse absurdo mistério? O que pode ser tão horripilante e traumatizante para todos que é preciso manter tamanho sigilo?

Fiquei pensando nas possibilidades e meu irmão me deu uma plausível – tumor germinativo de saco vitelino. Meu câncer de testículo. Explicaria a ausência da equipe (não se pode fazer exercício), a cirurgia (orquiectomia) e as preces (câncer e a necessária quimioterapia). Mas porque o segredo? O que há de tão horrível acontecendo com ele que é inimaginável contar aos seus fãs?

De acordo com esse artigo no site do Globo Esporte, jogadores se pronunciaram desesperados, deram declarações emocionadas, clamaram seu carinho e apoio ao brasileiro. O final do artigo entra num fato curioso – o técnico da equipe, George Karl, passou por problemas relacionados à doença. Em 2005, foi diagnosticado um câncer de próstata e, em janeiro de 2006 seu filho, Coby, sofreu com um outro tipo de câncer. Em abril de 2007, o filho de Karl ainda teve removidos uns nódulos cancerígenos.

Essa declaração do Karl deixa clara a situação do jogador: “Nessas horas, você nunca sabe o que funciona e o que ajuda. Às vezes, ajuda apenas falando das suas experiências, em outras, e fazendo rir. Espero ter a oportunidade de sentar com ele e passar a minha experiência. Quando eu operei, foi incrível o apoio que a organização e os fãs do Denver me deram. A gente quer ele de volta, precisamos dele e acho que ele vai voltar.”

Pode ser um tumor mais agressivo, o que torna o final de sua declaração – “e acho que ele vai voltar” – um pouco fúnebre. Desejo toda a sorte do mundo pro rapaz, seja lá o que é que ele tem. O vi jogar pelo Vasco, ele era fantástico, e sempre fiz questão de acompanhar sua empreitada na maior e melhor liga de basquete do mundo – e seu conseqüente sucesso na mesma. Que tudo se resolve e que possamos, em breve, por favor, saber o que é que há de errado com ele.

Se ele quiser ajuda com o combate dessa doença escrota e nojenta, é só falar comigo. Lidei com humor, bom senso e um amor incondicional de todos ao meu redor. Saí dessa experiência melhor, mais forte e resoluto. Espero que o mesmo aconteça com ele. Força, Nenê.

(updeite)

Nenê declarou em seu site oficial: “Estou bastante chateado porque terei que adiar minha estadia com o time para cuidar da minha saúde. É dificil seguir em frente quando as coisas parecem ir tão bem… Quero voltar à quadra o mais rápido possível para ajudar meus companheiros.” Ainda mantém tudo no mistério – mas essa coisa do câncer tá me parecendo a verdade. De qualquer jeito, muita sorte pro cara.

(updeite 2)

Hoje, dia 15, sai a informação no G1 que ele realmente fez uma operação para retirada de um tumor e – vejam só – tudo indica que seja mesmo de testículo. Mais um pro rol. Força, cara. E boa sorte.



Birthday tumor
26-novembro-2006, 11:28
Filed under: Hospitalidades

Hoje é o aniversário do descobrimento do meu câncer. Engraçado como o tempo passa rápido demais. Um ano.

Fico querendo escrever um post dizendo o quanto aprendi, o quanto amo ainda mais as pessoas que me são queridas, o quanto mudei. Fico aqui querendo expor minha gratidão por todas as pessoas que me deram a mão durante meu processo, as pessoas que estiveram comigo no hospital quando operei (Viva, Bohrer… I’ll never forget), as que me ligaram, mandaram comments aqui de boa sorte, saúde…

São tantas coisas lindas pra lembrar que só de começar a explicá-las já fico emocionado. É pouco deixar aqui meus agradecimentos. É pouco expressar nessas poucas palavras tudo o que tenho aqui, guardado dentro de mim, para todos vocês que estiveram e estão ao meu lado todos os dias, caminhando comigo em meus pensamentos, gravados em meu telefone celular, presentes no meu msn.

Amo vocês. Todos. Muito obrigado por tudo.

Não mudei tanto assim. Continuo tão perdido quanto era antes do câncer. Procuro me achar todos os dias, mas se tem algo que aprendi foi viver mais levemente a vida – aprender realmente a vivenciar todos os momentos, por menores que sejam, com as pessoas que gosto. Cada toque, olhar, carinho, tudo vale mais um pouquinho. E deveria valer mais para qualquer pessoa.

Abrace alguém hoje. Dê um beijo em alguém hoje. Faça carinho em alguém hoje. É tão bom.

Ainda tenho muito a aprender nessa vida. Mas as lições que tiro até hoje servem pra cada vez mais me deixar tranquilo e sereno, ciente que o mundo nunca é cor-de-rosa, mas dá pra chegar perto. Um beijo a todos.



Ufa!
18-abril-2006, 5:07
Filed under: Hospitalidades

Sai o resultado do PET-Scan em breve, no Samaritano. Vou pegá-lo mais tarde. Enquanto isso, hoje de manhã recebo uma ligação da secretária da minha clínica de oncologia adiantando a consulta do médico, marcada para o fim do mês… odeio coincidências.

Por enquanto, só posso tirar uma conclusão disso tudo: ainda estou com câncer. Vai Murphy, vai.

(updeite)

O médico vai viajar, então adiantou a consulta. Mas tá, não é assim… podia ter marcado qualquer outro dia mas insistiu que fosse amanhã a consulta. The world is never pink, my friends. Never ever ever.

(updeite 2)

Descobri que realmente estou limpo, sem câncer… Meu médico vai pra Bonito, e não tinha horário na quinta. Hehe.



Waiting forever
13-abril-2006, 7:03
Filed under: Hospitalidades

 

Estava prestes a fazer outro gigantesco post sobre a problemática de conseguir fazer o bendito PET-CT no Hospital Samaritano. Mas estou sem criatividade para recriá-lo com humor, então vai a notícia normal mesmo. Tinha marcado o exame às 14:30 e só consegui entrar na máquina às 19:30. Entrei às 13:40 e saí às 20:20. Legal, né?

Bom, o resultado desse exame sai na segunda, e será o derradeiro sinal se tenho, ou não, algum resquício de câncer dentro desse corpicho aqui. Os exames de sangue feitos sexta passada deram todos os indicadores normais e o de pulmão feito na segunda deu que meu pulmão, apesar de asmático, não está pior por causa dos remédios da quimio. Estou num plano nutricional para devolver-me ao meu peso ideal depois de ter ganho quase QUARENTA LIBRAS (fica mais dramático em libras) durante o processo todo.



Meio doador, meio não
24-março-2006, 8:05
Filed under: Hospitalidades

Olha que merda… acharam que célucas do testículo podem ser tão boas quanto células tronco. Acabaria, então, com o problema ético imbecil que os babacas religiosos tanto criam para esse problema. Virei um péssimo doador de células-tronco.

Que saco.