Lembrança Eterna de uma Mente sem Brilho


Filho de peixes, peixes é
14-janeiro-2011, 1:55
Filed under: Abobrinhas, Perfil

Estou perdido. Não consigo mais entender minha vida. Me sinto deslocado da vida, de tudo aquilo que sempre entendi como verdadeiro e certo na minha existência. É uma sensação de perda e um vazio incrível.

Não sou mais Áries. Sou Peixes.

Eu me achava aventureiro, energético, pioneiro e valente. Poxa, era dinâmico, seguro de mim mesmo e costumava demonstrar entusiasmo para as coisas – apesar de impulsivo e sem muita paciência, claro. Tudo o que se espera de um ariano!

Agora vou ter de ser imaginativo e sensível! Amável e cheio de compaixão! Intuitivo e pensar nos demais! Não assumir a realidade,  ser idealista, manter segredos e ter uma vontade débil! DÉBIL! Além de, vejam só!, me deixar levar pelos outros! Tudo o que define alguém de Peixes!

Meu irmão, coitado, virou Serpentina! Mó Carnaval isso! Como pode uma ciência tão perfeita e redonda como a Astrologia ter espaço para esse tipo de revisão? E agora, José? Como fica meu Mapa Astral de vinte e poucas páginas que paguei centenas de reais para ser feito pela fantástica e totalmente confiável vidente daqui do lado de casa?

Me sinto traído. Por tudo o que me definiu e sempre me definiu agora ser algo que não mais me define. Por eu ter seguido VERBATIM tudo o que se espera de um ariano e agora, pasmem!, ter de mudar tudo o que sempre fiz porque estavam todos errados! Minha vida foi uma mentira todos esses anos! O que fazer agora?!

Ainda bem que meu pai também é Peixes agora. Filho de Peixes, peixes é. Me conforta isso.

Anúncios


Tá chegando a hora
26-setembro-2010, 4:32
Filed under: Perfil, Politicalidades

O meu voto na Dilma, o meu voto no Lindberg e no Crivella. Tanta coisa pra explicar. Para alguém que aprendeu a ver ‘South of the Border’ do Oliver Stone e rir, se emocionar e entender, no coração, com calafrios, a beleza das mudanças desse continente, pra melhor, e a lição que estamos dando ao mundo, é incrível reconhecer as diferenças de quem eu era politicamente em 2002 e, depois de ler e aprender, de deixar as PIGs me influenciarem, de ver o quão patética é a Veja, a Folha, a Fox News Brazuca, todo mundo fazendo de tudo, mentindo, corrompendo informação, editando e distorcendo dados, notícias, frases e entrevistas… uma vergonha.

Sendo leitor ávido (blogs e tweets) do Idelba, do Rafa, do Alex e do Celso, me sinto bem amparado, acompanhado de perto por mentes ducarai, que sabem o que dizem, e me reforçam nessas idéias e ideais.



Eu quero…
29-junho-2010, 5:27
Filed under: Diatribes, Perfil

…ser grande.



A vontade de ser vegetariano
30-abril-2010, 4:36
Filed under: Perfil

Mais uma chance de me jogar num velho mundo novo. Vi o Forest Whitaker e o quanto ele mudou sua vida ao de tornar alguém de melhor alimentação.

Serei, mais uma vez, um veteriano forçado. Um comedor de carne que deixa de comê-las simplesmente por querer. Adoro carne, e acho que sempre gostarei. Mas nessa hora eu quero mudar.

E, convenhamos, isso nada mais é uma desculpa para eu me esforçar. Serei assim até o final de Julho. Sem pestanejar.

Conto os resultados depois. Torço só pra aguentar até lá.



Talvez, quem sabe…
18-março-2010, 10:19
Filed under: Perfil

Olha, eu acho que possivelmente, talvez, quem sabe, provavelmente terminei minha tese.

Estou quase livre. Um negocinho ali, um trequinho acolá, e meu mestrado terá seu fim.

Não quero nem pensar em doutorado. Até me chamarem, claro.



Dar aula
13-março-2010, 4:21
Filed under: Perfil

Quarta-feira dei minha primeira palestra/aula na minha alma mater, a Fundação Getúlio Vargas. Me sinto realizado.

Sempre foi um sonho meu dar aula. Achar que posso passar conhecimento a outros. Que tenho a oferecer conhecimento e aprendizado.

Meu pai dava aula. Escutar suas histórias me fizeram sonhar em lecionar. Achar que sou capaz.

Acho que nasci pra isso. A aula foi incrível. A turma, atenciosa e participativa, foi fantástica.

Mal posso esperar a próxima aula.



Talvez seja tarde…
26-fevereiro-2010, 12:30
Filed under: Perfil

…ou cedo demais pra viver de promessas e projetos. Amo essa vida, e meu problema é saber que não a troco por nada nesse mundo.